Meio ambiente

Meio ambiente

Maes - Módulos Agroecológicos Sucessionais

Associação de Produtores Agroflorestais

Oferecer às famílias de agricultores e agricultoras, em especial às mulheres, condições para iniciar a produção de alimentos em sistemas agroecológicos garantindo a soberania alimentar e gerando renda através da comercialização de sua produção agroecológica/orgânica nos programas governamentais de aquisição de alimentos, bem como em outros canais de comercialização direta aos consumidores . Para tanto, o MAES promove cursos e oficinas em Agroecologia (Sistemas Agroflorestais Sucessionais) e acesso a Mercados para as famílias rurais da região, priorizando a troca de experiências e saberes entres as famílias atendidas.

Temas: Meio ambiente Renda Ver mais

Manejo Comunitário De Camarão De Água Doce

Associação dos Trabalhadores Agroextrativistas da Ilha das Cinzas (ATAIC)

Adequação das armadilhas de captura (matapis) para reter apenas camarões grandes, liberando aqueles ainda não aptos ao consumo, permitindo que os estoques naturais da espécie se mantenham. Capacitação em produção, comercialização e gestão de empreendimentos associativos.

Temas: Renda Meio ambiente Ver mais

Manejo De Bacurizeiros Nativos

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa Amazônia Oriental

Aproveitamento de rebrotamentos de bacurizeiros nativos em roçados degradados de antigas áreas onde havia ocorrência desta espécie que foram derrubados no passado. O manejo consiste em colocar estes rebrotamentos no espaçamento adequado e reduzir a competição com o mato e transformar em um pomar

Temas: Meio ambiente Renda Ver mais

Manejo Pesqueiro Paumari

OPERAÇÃO AMAZONIA NATIVA

O povo indígena Paumari das terras indígenas do rio Tapauá, no sul do Amazonas, é referência no trabalho com o manejo sustentável de pirarucuu. A atividade é resultado de um intenso processo de mobilização social que vem desde 2008, quando os Paumari se organizaram a partir de experiências de outras populações, como dos moradores da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Mamirauá. Com o manejo de pirarucu, os Paumari avançaram no ordenamento de uso dos recursos naturais e na gestão territorial. Vigilância dos lagos, construção de etnomapas, zoneamento territorial e a contagem dos pirarucus são algumas das ações do processo de manejo. Realizado no Amazonas por unidades de conservação, terras indígenas e regiões de acordos de pesca conforme normativa do Ibama e do governo do Amazonas, o manejo de pirarucu vem contribuindo hoje com a conservação de 15 milhões de hectares de floresta. Mais informações: www.amazonianativa.org.br.

Temas: Meio ambiente Renda Ver mais

Manejo Sustentável De Recursos Florestais Madeireiros Em Florestas De Várzea

Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá (IDSM)

O manejo de recursos florestais é uma das tecnologias mais antigas desenvolvidas pela raça humana. Grupos tão antigos quanto algumas florestas já as modificavam em benefício próprio, plantando espécies comestíveis ou de uso medicinal próximas a seus povoamentos, ou retirando da floresta produtos florestais, madeireiros ou não, para a confecção de artesanato, vestimentas ou suas próprias casas. O manejo destes recursos foi quase esquecido pelas comunidades contemporâneas, mas buscamos, com sua capacitação no manejo florestal, fornecer o conhecimento e as ferramentas necessárias para o uso consciente da floresta, e assim empoderá-las de seu ambiente e reafirmar seu papel na sociedade.

Temas: Meio ambiente Renda Ver mais

Maravaia Da Aprendizagem

Fundação Tocaia

Maravalha segundo o dicionário da língua portuguesa é um substantivo feminino que significa pedacinho de madeira usado para atear ou acender fogo, graveto, garrancho, acendalha, apara ou lascas de madeira, que sozinhos quebram facilmente, mas que se reunidos se tornam difíceis de quebrar. Maravaia, pronúncia nordestina, tem o sentido do provérbio popular “a união faz a força”. Maravaia é a tecnologia social utilizada pela Fundação Tocaia para falar da estética metodológica de organização e fortalecimento de Redes de Coletivos de Educação - Cultura - Meio Ambiente - Saúde - Economia Solidária e Criativa - Direitos Humanos. Maravaia visa o protagonismo, a autonomia e o empoderamento social de jovens e mulheres em situação de vulnerabilidade social para a gestão compartilhada e a sustentabilidade do Território TransXingu. Construída por artistas e educadoras populares da Fundação Tocaia junto às comunidades de agricultores familiares, pescadores, ribeirinhos, extrativistas, indígenas e quilombolas durante os eventos educativos promovidos pela Fundação Tocaia, a Maravaia define a arte como principal instrumento para o diálogo, a informação e a formação e propõe traduzir linguagens técnicas e científicas em linguagens acessíveis. Materializando essa prática pedagógica com o Coletivo de Educadores, Artistas e Mulheres, dentre suas principais experiências, a Maravaia completa em 2019 seus 21 anos de existência. Alguns princípios adotados pela Maravaia demonstram o seu potencial de replicabilidade, dentre os principais podemos citar: a Roda, a Gestão Compartilhada, o Diálogo, a Valorização da Identidade/Diversidade, a Valorização dos saberes independente da escolaridade e da área de conhecimento, o Protagonismo, autonomia e o empoderamento social, e a Construção Contínua do Projeto Político Pedagógico. A iniciativa da Maravaia da Aprendizagem, que começa em caráter experimental em 1998 até 2008, contou inicialmente com a parceria do IBAMA, Fundação Carlos Gomes, Instituto de Artes do Pará, Prefeituras de Altamira, Brasil Novo, Uruará, Vitória do Xingu, Souzel, Anapu e Pacajá, Movimento de Mulheres da Transamazônica e Xingu, Coletivo de Música da TransXingu, Coletivo de Arte-educadores, Casa Familiar Rural, Universidade Estadual do Pará (UEPA), Universidade Federal do Pará (UFPA), Secretaria de Meio Ambiente e Turismo de Altamira(SEMAT), Secretaria de Estado de Meio Ambiente (SEMA), Diretoria de Educação Ambiental do Ministério do Meio Ambiente (MMA) e Ministério da Cultura (MinC).

Temas: Educação Meio ambiente Ver mais

Melhoria Da Renda Por Meio De Tecnologias Sociais Integradas

Fundação Luterana de Diaconia

A transição de uma agricultura convencional para agroecológica requer um conjunto de conceitos, técnicas e processos participativos. Nesse sentido, a adoção e implantação de um conjunto de Tecnologias Sociais em uma unidade produtiva contribui para a consolidação da agroecologia, sem reduzi-la a técnicas utilizadas no sistema produtivo. A compreensão da agroecologia em toda sua complexidade nem sempre é fácil. As iniciativas da família Jhan do assentamento Santa Maria do Ibicuí em Manoel Viana, RS é um exemplo de como um sistema agroecológico de produção pode garantir renda, conservar os bens naturais, promover o vínculo inter geracional e o protagonismo de jovens e mulheres.

Temas: Renda Meio ambiente Ver mais

Metodologia De Cocriação De Comunidades Educadoras Sustentáveis

Fundação do Trabalho Educacional com Recursos Renováveis e Arte

A Tecnologia Social foi desenvolvida e sistematizada a partir da mobilização, sensibilização e formação de agentes de transformação social entorno de uma comunidade escolar e território rural com o objetivo de cocriar uma Comunidade Educadora Sustentável, identificando e integrando potenciais ativos comunitários. Para tanto foi necessário realizar um processo de sensibilização, reflexão e cocriação de compromissos factíveis entorno de objetivos comuns para o desenvolvimento de um território educativo, integrado, mobilizado e atuante diante das questões da comunidade. O processo de aplicação da metodologia é totalmente vivencial e dinâmica, conduzida por dois profissionais.

Temas: Educação Meio ambiente Ver mais

Metodologia De Gestão De Redes De Feiras Agroecológicas Solidárias

Centro de Desenvolvimento Agroecológico Sabiá

A metodologia de Gestão de Redes de Feiras Agroecológicas Solidárias vem sendo aperfeiçoada há 19 anos de forma coletiva e participativa por agricultores e agricultoras familiares que são assessorados pelo Centro Sabiá cuja finalidade é o desenvolvimento de processos de gestão de feiras e redes de comercialização agroecológica que proporcionem a autonomia das famílias nos processos de comercialização, geração de renda e melhoria da qualidade de vida. Sua aplicação apresenta resultados concretos no que diz respeito ao incremento da renda e fortalecimento da autonomia das famílias agricultoras nos processos de gestão das feiras agroecológicas que compõem a Rede Espaço Agroecológico

Temas: Renda Meio ambiente Ver mais

Metodologia De Implantação De Programa Corporativo De Sustentabilidade

Serviço Social do Comércio - Sesc/Administração Nacional

O “Ecos – Programa de Sustentabilidade” é um conjunto de ferramentas, processos e procedimentos replicáveis, desenvolvidos com a finalidade de planejar, propor, executar e acompanhar ações que induzam à prática intersetorial e colaborativa da sustentabilidade nas atividades desenvolvidas nos âmbitos da CNC, das Federações do Comércio e dos Departamentos Nacionais e Regionais do Sesc e do Senac, a partir de três perspectivas estratégicas: mitigação dos impactos socioambientais, otimização do uso dos recursos das instituições e sensibilização dos empregados. A metodologia, aplicada ao longo de 9 anos, no âmbito administrativo das instituições, está em operação em 19 estados.

Temas: Educação Meio ambiente Ver mais

Fale Conosco