Meio ambiente | Tecnologias Sociais | Transforma! - Rede de Tecnologias Sociais

Resultados da busca

Meio ambiente

Reuso De Resíduos Vítreos De Aterros Sanitários: Meio Ambiente E Renda

Group of Polymers and Nanostructures (GPaN) Universidade Tecnológica Federal do Paraná - Campus Toledo

A reciclagem de resíduos vítreos é um problema ambiental sério em pequenas cidades distantes de indústrias de produção. Além do problema ambiental, a reciclagem do vidro é uma atividade com baixa remuneração para cooperativas/catadores de materiais reciclados, tornando o vidro um material com difícil destinação final. O projeto desenvolvido busca soluções para utilização do vidro encontrado em aterros municipais que consigam gerar renda à cooperativa com a comercialização do vidro na forma de pó para aplicações na construção civil. Apresenta soluções na qual o vidro na forma de pó é comercializado pela cooperativa para aplicação no concreto em soluções para reciclagem. Além da aplicação do pó de vidro na produção de corpos cimentícios, a produção de cerâmica vermelha (tijolos e/ou telhas) foi desenvolvida pela aplicação do pó de vidro como aditivo. A utilização do pó de vidro permite uma economia na quantidade de argila utilizada e confere maior resistência, menor absorção de água à cerâmica e redução da porosidade do corpo de prova.

Temas: Meio ambiente Renda Ver mais

Saneamento Ecológico Para Pequenas Comunidades

ILUMINA - ESPACO DE CULTURA, ECOLOGIA E EDUCACAO HOLISTICA

Consiste no saneamento ecológico doméstico, no qual as águas cinzas são tratadas separadamente das águas negras. O módulo de sanitários é centralizado em área comum, constituído de uma estrutura com banheiro de evapotranspiração, cujo efluente é escoado para tratamento natural de degradação microbiana e absorção da água pelas plantas, e banheiro seco-compostável, que utiliza somente serragem para a decomposição dos dejetos, ou seja, não há consumo de água. As águas cinzas das duas casas de nossa ecovila passam, na primeira casa, por um tratamento no círculo de bananeiras e, na segunda casa, pelo sistema integrado de fossa séptica+wetland construído+bacia de evapotranspiração.

Temas: Recursos Hídricos Meio ambiente Ver mais

Semeando A Cabeceira Do Xingu

Instituto Socioambiental

A bacia rio Xingu está localizada no arco de desmatamento e consequentemente grandes áreas de preservação permanente degradadas e modelo tradicional de restauração, plantio de mudas, não tinha boas experiência na região, por ter custo elevado, escassez de viveiros produtores de mudas e baixa diversidade de espécies. Para poder atender essa demanda de restauração, pensou em uma solução que tivesse baixo custo, alta diversidade, envolvesse a comunidade local, sendo eles indígenas, assentados a reforma agrária, moradores urbanos e fazendeiros, para tal utiliza-se semeadura direta, que é composta por sementes de adubação verde e árvores nativas.

Temas: Educação Meio ambiente Ver mais

Semeando Uma Cultura De Direitos

Centro Recreação de Atendimento e Defesa da Criança e Adolescente Circo de Todo Mundo

Semeando Uma Cultura de Direitos interfere em situações de pobreza e de marginalidade, que alimentam fenômenos de violência urbana. A metodologia articula e integra as experiências e as ações de vários atores locais e contribui para a formação de uma nova cultura em direitos humanos. A mobilização da comunidade, na realização de ações efetivas para a redução da violência, vem firmar a organização e participação, através do protagonismo dos participantes, na perspectiva de cumprimento dos direitos humanos e rompimento da lógica assistencialista e muitas vezes de omissão dos poderes instituídos.

Temas: Educação Meio ambiente Ver mais

Sistema Agroflorestal De Tomé-Açu (Safta) – Tecnologia Social Da Amazônia.

Cooperativa Agrícola Mista de Tomé-Açu - CAMTA.

A inovação da Tecnologia Social do Sistema Agroflorestal de Tomé-Açu (Safta), refere-se transferência das técnicas de cultivos sustentáveis, para os agricultores familiares de forma participativa, compartilhadas através de parcelas demonstrativas comunitárias - PDC, assessorados por técnicos na formação agentes multiplicadores. A evolução se dá pela reaplicação de parcelas familiares sustentáveis - PFS para cada família, melhorando a qualidade de vida com inclusão das comunidades até a comercialização.

Temas: Meio ambiente Recursos Hídricos Ver mais

Sistema De Acesso À Água Pluvial Para Consumo Das Comunidades Extrativistas

Associação dos Produtores Rurais de Carauari (ASPROC)

Trata-se de um sistema de saneamento, captação e reserva de água de chuva via calhas instaladas nos telhados das casas, de forma a disponibilizar um nível de acesso à água para o consumo humano em quantidade, qualidade e acessibilidade, com alto grau de benefício à saúde, bem estar e privacidade para famílias beneficiadas. O sistema comunitário é composto por captação de água de fonte complementar (rios ou poço artesiano), tratamento simplificado, reservatório comunitário de 15 mil litros e rede de distribuição de água as residências. Inclui também uma caixa d´água (1000 L) por residência, que capta água da chuva via as calhas no telhado, banheiro (em placas pré-moldada ou madeira) com fossa e 3 pontos de água (chuveiro, pia e vaso sanitário) e uma pia de cozinha.

Temas: Saúde Meio ambiente Ver mais

Sistema De Captação De Água De Chuva: Autônomo, Replicável E Econômico

ASSOCIACAO ONZE8

O Sistema foi desenvolvido de maneira que está atrelado intimamente com a arquitetura do local a ser instalado, pois depende de haver desníveis que conduzam a água por gravidade, sem a utilização de bombas elétricas ou qualquer mecanismo que possa onerar o sistema ou seu funcionamento. Ele está apto a ser adaptado e instalado em casas de famílias em vulnerabilidade social e econômica, proporcionando economia de água, visto que as famílias passarão a poder usar a água da chuva para fazer a limpeza de suas residências, calçadas, regar os jardins e descarga sanitária – ou seja, todos os usos que não necessitam de água potável. A ideia consiste em reutilizar a água de chuva de forma não potável e de maneira autônoma, bem como sua filtragem primária e descarte do excesso de água que o reservatório não comporte (extravasão). A autonomia vem do fato de que, nas épocas de escassez de chuvas, o sistema continua sendo abastecido normalmente pela concessionária de água, em um sistema automático de interligação de bóias. O sistema ainda mantém o uso de água potável e não potável separados, para o uso específico de cada setor da residência.

Temas: Meio ambiente Recursos Hídricos Ver mais

Sistema De Informação Em Saúde Silvestre - Sissgeo

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ

Monitorar animais silvestres no Brasil e a partir deles, a emergência de zoonoses, é um desafio para todos os países que buscam conservar a biodiversidade e prever surtos de doenças em pessoas e animais. Em países megadiversos, de grande extensão territorial e diferentes culturas, esse monitoramento é ainda mais difícil. O Sistema de Informação em Saúde Silvestre-SISS-Geo foi criado para o enfrentamento desta problemática. Com a participação da sociedade, gera em tempo real, via mobile, observações georreferenciadas de animais, alerta precoce de doenças na fauna silvestre, especialmente aquelas com potencial de acometimento humano, possibilitando ações de vigilância e prevenção à saúde.

Temas: Meio ambiente Saúde Ver mais

Sistema Integrado Do Algodão Consorciado Em Bases Agroecológicas

Associação de Desenvolvimento Educacional e Cultural de Tauá

O sistema de plantio do algodão consorciado com culturas agrícolas, em bases agroecológicas, é uma forma de praticar uma agricultura sustentável, que conserva o solo, produz alimento (segurança alimentar) e gera renda com a comercialização do algodão. A tecnologia tem como meta continuar incentivando a produção sustentável do algodão consorciado com culturas alimentares, utilizando técnicas de conservação e recuperação do solo, através de adubação orgânica, preparo do solo com tração animal, plantio em curvas de nível e controle de insetos com defensivos naturais, além de garantir a comercialização do algodão orgânico a preços compensadores como forma de melhorar a renda das famílias envolvidas.

Temas: Meio ambiente Renda Ver mais

Sistema Miyawaki De Restauração De Ecossistemas Na Amazônia

Instituto Amigos da Floresta Amazônica - ASFLORA

Desenvolvido há mais de 50 anos, o sistema de recuperação florestal “Ecologia Criativa”, do prof. Akira Miyawaki, vem se tornando a base principal para o desenvolvimento do Sistema de Restauração de Ecossistemas na Amazônia, no qual nomeamos de Sistema Miyawaki. Dos anos de 2001 a 2019, realizaram-se 40 tecnologias sociais, totalizando mais de 200729 mudas de espécies da região amazônica plantadas. A tecnologia torna-se um instrumento que visa aproximar a sociedade e sensibilizar sobre a importância das florestas do ponto de vista da preservação e do desenvolvimento do ecossistema e, através do reflorestamento, promover o retorno da biodiversidade da região.

Temas: Educação Meio ambiente Ver mais

Fale Conosco