Meio ambiente

Meio ambiente

Projeto Lixo Que Vale

Prefeitura Municipal de Umuarama

O projeto nasceu em Área de Proteção Ambiental - APA, onde tem o único manancial de abastecimento do município. O projeto incentiva a separação dos resíduos sólidos, a coleta seletiva e a produção rural, a fim de minimizar os impactos ambientais, preservar as águas da APA, gerar renda e melhorar a qualidade de vida.

Temas: Meio ambiente Ver mais

Projeto Transformação Transformando Lixo Em Educação.

ONG NEAC - Núcleo Especial de Atenção à Criança

Somos um minimercado ecológico, que trocamos garrafas PETS, latinhas de alumínio e papéis por diversos produtos, tais como materiais de limpeza e escolares, alimentos, brinquedos e eletrodomésticos. Criamos a moeda alternativa Eco Real (ER$) a qual é trocada por estes materiais recicláveis que os moradores do Bairro de Campo Grande e as crianças e familiares da ONG NEAC nos trazem. De posse do Eco Real, fazem suas compras em nosso mini mercado ecológico. Recebemos o prêmio Idéias Inovadoras de Recursos Sociais, em 2002 pela Ashoka e Mckinsey em São Paulo.Este projeto, além de impactar positivamento do meio ambiente, ainda trás sustentabilidade para o nosso atendimento as crianças da ONG.

Temas: Meio ambiente Educação Ver mais

Protetor De Umidade Para Frutíferas

Centro Cidadania - Ação e Educação Socioambiental

O Protetor de Umidade é uma tecnologia social simples de ser implementada. É de baixo custo financeiro, pois demanda poucos recursos. Proporciona grandes benefícios no que se refere à proteção da matéria orgânica em cima do solo, na área (raio) onde se localizam as raízes da planta. Esta matéria orgânica que é protegida pelo Protetor de Umidade proporciona uma maior duração, fixação e até uma permanência da umidade no solo uma vez que a área coberta pela copa da frutífera estará sempre cheia de micro-organismos. A função desta TS é impedir que pequenos animais (galinha, cães, caprinos) ou ventos retirem a matéria orgânica depositada no solo à sombra das frutíferas.

Temas: Meio ambiente Recursos Hídricos Ver mais

Pupunha Para Palmito Na Agricultura Familiar

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

Sistema de produção da pupunha como alternativa para melhorar a renda do produtor rural. A não oxidação do palmito, torna-o adequado para venda in natura, e a formação de touceira, pereniza a sua exploração. O preço da pupunha in natura pode chegar a R$10,00/haste na venda direta ao consumidor. A idade de corte de 18 meses, enquanto a juçara é a partir de 7 anos e alta produtividade (chega a produzir 900 g por perfilho/colheita). Desenvolvimento de solução filmogênica para revestimento comestível do palmito de pupunha e embalagem para comercialização do palmito minimamente processado aumenta a sua vida útil de 10 para 22 dias, além de novos produtos derivados dos resíduos agro-industriai

Temas: Renda Meio ambiente Ver mais

Fale Conosco