Não É Brincadeira. É Violência: Jogos Cooperativos No Enfrentamento À Violência

por ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO E CULTURA
Certificada 2019

Resumo

Desde 2016, o Centro Social Marista vem desenvolvendo o enfrentamento as violências e as violações de direitos, que acontecem no território e nas casas dos/as educandos/as, que por sua vez, é refletido no ambiente escolar. Essa forma de enfrentamento tem mobilizado as crianças e os adolescentes, estes têm utilizado as rodas de conversas e os jogos cooperativos como instrumentos tanto de aprendizagem, quanto para o diálogo, desse modo, formando pontes entre a unidade escolar e a comunidade, visto que, os temas desenvolvidos com a tecnologia são totalmente voltados para o território, isto é, voltado para a comunidade e suas diversas realidades.

Ver mais



Anexos

  • Após roda de conversa e reflexão os educandos construíram 2 cenas 1 caso de violação e outra sobre como eles entendem que deveria acontecer.
  • Após debates e rodas de conversa os educandos protagonizaram uma cena de como eles agiriam em situações de violências.
  • Enfrentamento ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes
  • Projeto que deu origem a Tecnologia Social
  • Primeiro Fórum construído com os educandos/as
  • Segundo fórum construídos pelos/as educandos/as e educadores/as
  • Os cartazes produzidos pelos/as educandos/as nos anos de 2017 e 2018
  • Construção de murais pelos/as educandos/as- Trabalho sobre as Violências
  • Cronograma e atividades do projeto- Não é brincadeira, é violência

Locais de Implantação



Responsáveis



ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO E CULTURA

(41) 3657-1762
ecologica@solmarista.org.br

Rua Cinfrônio de Andrade, 200

Jardim Norte

Curitiba/ PR


Comentários

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO E CULTURA

(41) 3657-1762
ecologica@solmarista.org.br

Rua Cinfrônio de Andrade, 200

Jardim Norte

Curitiba/ PR


Responsáveis



Fale Conosco