Bem viver no semiárido: agroecologia e intercâmbio de saberes

27 de abril de 2021
por Camila Maxi

09 04 Interna


Localizada no município de Curral Novo - Piauí, a Serra do Inácio é próxima ao Complexo Eólico Ventos do Piauí, a cerca de 500 km da capital Teresina. E lá 26 famílias têm suas histórias reescritas com o auxílio de Tecnologias Sociais.

O projeto “Tecnologias Sociais na Serra do Inácio - Curral Novo (PI) Bem Viver no Semiárido” tem parceria da Fundação Banco do Brasil e a Votorantim Energia, por meio do Instituto Votorantim com realização da Cáritas Diocesana de Crato. A ação beneficia famílias de agricultores, por meio da comercialização do excedente da produção, do acesso e manejo sustentável da terra e da água para a produção de alimentos em seus quintais. Implementação de seis metodologias, capacitação em políticas de enfrentamento à seca, sustentabilidade alimentar e nutricional.

Iniciado em 2019, até o momento o projeto concluiu as metas: 26 quintais fortalecidos com insumos (mudas, sementes, telas, arame farpado, regador, mangueira), 23 banheiros redondos construídos, 16 cisternas de produção, seis cisternas de consumo humano, 26 sistemas de bioágua, oito casas com energia solar, processo formativo modular, foram realizados três encontros, um intercâmbio, duas feiras de Economia Solidária, além de cartilha e vídeo.

“Além das Tecnologias Sociais, este projeto proporciona às famílias formações por meio de oficinas, minicursos e intercâmbios. Um dos resultados é a perspectiva para despertar a consciência ambiental, fazer com que essas pessoas possam acessar as políticas públicas. E ampliar sua produção oportunizando uma melhoria na qualidade nutricional”, explica Verônica Neves Carvalho, coordenadora do projeto.

Os beneficiados ressaltam a importância desta ação na comunidade. “Hoje temos verduras sem veneno, sem precisar comprar e de vez em quando vendemos um pouco. Algumas frutíferas já tão safrejando por conta do sistema bioágua”, comemora Maria Nailete Costa. Outro motivo de contentamento é a instalação dos banheiros ecológicos redondos. “Esse banheiro faz uma grande diferença, a gente tem privacidade”, conta Marli Costa.

O projeto também realizou formações em assistência técnica para que as famílias possam zelar pelas tecnologias aproveitando suas potencialidades ao máximo com conhecimento e uso responsável.

Inscrições abertas!

Estão abertas as inscrições para o Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social 2021. As instituições interessadas têm até o dia 28 de maio de 2021 para se cadastrar, exclusivamente pelo site transforma.fbb.org.br/premios. Os resultados de cada etapa do Prêmio – certificadas e finalistas – serão divulgados no portal de notícias da Fundação BB e na Plataforma Transforma! Podem participar entidades sem fins lucrativos, como instituições de ensino e de pesquisa, fundações, cooperativas, organizações da sociedade civil e órgãos governamentais de direito público ou privado, legalmente constituídas no Brasil.

Para tornar o processo de participação mais acessível, os interessados podem conferir o vídeo tutorial com todo o passo a passo para inscrever novas iniciativas. 

Para conhecer outras iniciativas apoiadas pela Fundação BB, acompanhe nossas redes sociais:

FB @fundacaobb

 insta@fundacaobb

twitter@fundacaobb
 linkedincompany/fundacaobb

Youtube fundacaobb

Comentários

Fale Conosco